sexta-feira, janeiro 2

Sob o sol e as estrelas!

Há um ditado:
'É preciso olhar as estrelas
para chegar a esquina
e dobrar a esquina
para chegar as estrelas'.

Ele está no chão olhando o céu,
consumindo a si mesmo, amando suas asas.
Todas as possibilidades estão abertas...
Sonhos não são fantasias
eles nos perseguirão,
farão de nossas vidas um desejo eterno,
uma felicidade cheia de contratempos,
uma tranquilidade amarga...
vão conosco por toda a vida.
Precisamos de bobagens, brincadeiras,
para sermos felizes sonhando.
O tempo passou!
Caminhamos por areias escaldantes,
rodopiamos,
somos jogados de um lado para o outro.
Jogamos.
Nós, nos organizamos em grupos...
Podemos buscar alguma universalidade...
Alguns caminham com suas roupas brancas
sob o sol, desejam paz. Outros justiça.
Fico com a justiça. A paz social é uma tolice!
Tudo é luta!
Rejeitemos os bairrismos tolos, os partidarismos.
A esquerda e a direita estão mortas.
Evitemos confundir ideologia com ética...
Sonhamos em um novo tempo.
Ícaro, alça vôo
é uma figura imperfeita, suas asas talvez derretam,
seus desejos, são maiores que ele mesmo.
Talvez, como Moisés, não entre na terra prometida.
Que fazer? Um ensaio fotográfico sobre o vôo.
Uma imagem bela!
Abrimos nossas asas
sob o sol e as estrelas.
Novos Ícaros, nos lançamos em nossa aventura trágica,
com o coração esperançoso!

Elias Mouret

Nenhum comentário: