quarta-feira, setembro 29

Poesia Completa - Volume 1

Algumas poesias do próximo trabalho:


"Meu primeiro animalzinho de estimação
foi um jabuti
ele se chamava Clemente.
Certo dia,
dormi com a porta aberta
e ele fugiu para o mundo.
Isto é o que chamamos perda...
ou talvez,sono profundo."

"Tanta coisa
para lembrar de esquecer
e alguma coisa
para rimar com dor
talvez o amor
e não esquecer
de levar um buquê
e crescer."

"Pelas manhãs
não vejo estrelas
espelhadas no oceano
não vejo brilho
não vejo nada
pois a janela está fechada
fechados estão
meus olhos
meus ouvidos
os sentidos fugiram
estou dormindo
acordo tarde
não vejo o sol a pino
que incendeia
espero a noite
e vejo estrelas
afrodisíacas
como só a noite
sabe ser."

"Ela colocou o banco
em frente à janela
e sentou
ali ficou
até que a janela
apaixonou-se por ela
o banco pela janela
e ela por ninguém
ficou ali
como uma pedra."

" encontros interessados
em ampliar suas indagações
acerca do universo dos conteúdos
que incluem dinâmicas gratuitas
de apoio a pontos de vista
contextualizando as possibilidades
de explorar com arte
a discussão sobre transparências"

"Apresenta-se ao lado do caminho
o caminho inverso
a origem publicamente desconhecida
performance secreta da luz
constantes azuis
estrelas nuas...
Lá onde a vista não alcança
e gira a geografia imaginária do andarilho.
Olhos de miragem nos desertos."

Aqui inicio minha histórica jornada
para me tornar um best seller e ganhar muito dinheiro.

elias mouret

2 comentários:

Anônimo disse...

Oba!!
Amigo poeta é amigo rico!
bj
Vivi

Anônimo disse...

amei este texto é muito legal .sabe eu me apaixonei a primeira vista.